terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Fenômeno Tiririca: quem da risada de quem?

O Fenômeno Tiririca: quem da risada de quem?

A postura da população brasileira quanto à eleição deixa vazio tão grande para o aparecimento de personagens pitorescos no cenário político, que muitas vezes a maior parte das pessoas não percebem que trata-se apenas de uma manobra de marketing ter um candidato engraçado no partido.

Existe uma matemática desconhecida da maioria da população quando se trata de saber qual o número de votos que um candidato precisa para ser eleito e, principalmente, o que acontece com os “votos extras” que este candidato recebe. Por isso, os partidos não fazem questão de esclarecer o povo e ainda investem em figuras inusitadas e celebridades para “puxar votos” para a legenda, afim de conseguir eleger gente de quem o povo nunca ouviu falar.

É o tal do “quociente eleitoral”. Dividi-se o número de votos válidos pelo número de vagas da camara e obtém-se o a quantidade de votos para que um candidato seja eleito. Ultimamente, este número tem determinado o movimento de marketing dos partidos que deixam um grande espaço na propaganda eleitoral para um único candidato conhecido “puxar votos”, enquanto os outros apenas só aparecem como figurantes. Vocês não se lembram do “Meu nome é Enéias”, este senhor chegou a receber mais de 1 milhão de votos, fazendo com que um candidato de seu partido com 400 votos fosse eleito em São Paulo.

Hoje, estima-se que um deputado estadual em São Paulo precise de um pouco menos 100 mil votos para se eleger. Imagine que um único candidato consiga 500 mil votos, o que acontece com os 400 mil votos que ele recebeu além do necessário? São computados para a legenda e ajudam a eleger os demais candidatos do partido e/ou da coligação a que o candidato pertence.

Que piada de mau gosto. Isso mesmo, você votou no cara engraçado, bonito ou famoso e esqueceu de conhecer, além das propostas dele, as do partido e os demais candidatos da legenda. E o seu voto acabou naquele outro cara do qual nunca ouviu falar para realizar aquilo que o partido tem em seu programa, mas qua não tem nada com você. Humm

Agora, aplique isso ao “Fenômeno Tiririca” em São Paulo, que é candidato a deputado federal, quem vocês acham que esta rindo a toa? O Povo, o Tiririca, o Partido ou os candidatos que serão “puxados?
Abraços
Lauberti Marcondes

ATENÇÃO: SE ACHOU LEGAL, DEIXE SEUS COMENTÁRIOS E DIVULGUE

HÁ OUTROS ARTIGOS COM O MARCADOR "CIDADANIA E POLÍTICA"

EM 04/10 FOI POSTADO O ARTIGO: PARA QUEM FORAM OS VOTOS DO TIRIRICA?

2 comentários:

Anônimo disse...

Nice post and this enter helped me alot in my college assignement. Say thank you you for your information.

maybe disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

APOIO

APOIO
RUA LEANDRO CAMPANARI, 41 JD. IGUATEMI - SÃO PAULO. REUNIÕES AOS DOMINGOS AS 09HS E 18HS.

Fale conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
MSN
Telefone
Digite o código



http://www.linkws.com