quinta-feira, 24 de setembro de 2009

IGREJA UNIVERSAL ABRIRÁ CONCURSO PARA PASTOR: SALÁRIO INICIAL DE R$ 8.234,82



O que vc lerá a seguir é reflexo de uma alienação sem precedentes na história da Igreja Evangélica Brasileira

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) abrirá o primeiro concurso para pastor da Igreja Universal do Reino de Deus.

Segundo representante da Universal, o concurso público tem a intenção de recrutar profissionais qualificados para participarem do que chamam de “a grande expansão da Palavra” e a “cultura popular de Deus”. “-Já conquistamos nosso espaço em 172 países. Temos obras sociais espalhadas nos quatro cantos do globo. Precisamos de profissionais não apenas ungidos pelo Espírito Santo e preparados no fogo do Pai das Luzes para cumprir nossa missão evangelizadora, mas também de pastores com conhecimento técnicos para darem continuidade a essa obra tremenda.”, explica, empolgado, o pastor Ricardo Ibrahim, responsável interno da IURD pela organização do concurso.

Adavilson dos Santos, de 23 anos, morador de Guarulhos, pensa em fazer o concurso: “-Estou muito ansioso, sou pastor desde os meus 18 anos e obreiro da minha igreja desde os 11. Colei grau em Teologia ano passado. Sempre estudei bastante. Esta é uma oportunidade muito grande na carreira de qualquer pastor e não vou perdê-la”, vibra o jovem.

As vagas serão abertas para candidatos do sexo masculino com curso superior em quaisquer áreas. Candidatos com Bacharelado em Administração Eclesiástica ou Pós-Graduação (mestrado e doutorado) em Adminstração de Igrejas e disciplinas afins ganham pontos na prova de títulos. O número de vagas não foi divulgado. O salário inicial na investidura do cargo é de R$ 8.234,82 mais benefícios.

3 comentários:

Ibero disse...

Pra quem já comercializa a fé, profissionalizar o ministério e a vocação pastoral é fichinha!

pastor Aécio

. disse...

O que é isso?

"se o cristão autentico não se pronunciar diante da calamidade, será melhor abrir de mão o cristianismo"

Fabiano Gomes

Lauberti disse...

É interessante, as vezes quando alguma coisa se auto-condena, eu fico pensando no que aquela situação esdruxula aponta para mim.

Quanto em média recebe um pastor nos grandes centros do Brasil?

O que a Igreja pensa sobre sustento pastoral?

Como é reconhecido o chamado pastoral de alguém?

Curso de teologia forma pastores?

Como fica o coração dos pastores "voluntários" que passam necessidades ao entregarem suas vidas para a Obra, quando recebem uma proposta desta?

Ontem mesmo, estava comentando com um amigo que a Igreja tem rebaixado a expectativa do ministério pastoral.

Nossas referências são muito fracas comparadas com homens do quilate de Richard Baxter, Joseph Alline, C.H.Spurgeon e Martin Lloy- Jones, entre outros.

Onde estão aqueles que choram pelas almas?

Onde estão aqueles que se gastam e deixam-se gastar para que vidas sejam discipuladas?

Onde estão aqueles que abriram mão dos seus projetos pessoais para consagrar-se ao ministério da oração e da palavra?

Onde estão aqueles que garimpam a Palavra até ouvir a voz de Deus?

Onde estão aqueles que levam sua mensagem ao altar como vara seca de arão?

Que Deus nos incomode com essa situação a ponto de dobrarmos os nossos joelhos suplicando por um avivamento.

Que Deus guarde os nossos corações da avareza, pois nós também gostaríamos de desfrutar uma condição financeira melhor.

Que Deus levante homens e mulheres nesta geração que tenham seus corações consumidos pelo desejo de agradar Aquele que lhes resgatou.

Aleluias, Deus. Cristo é o Senhor da Igreja e, ainda que os nossos olhos não possam ver, Ele tem "mais de 7.000 profetas que não se dobraram diante de Baal".

APOIO

APOIO
RUA LEANDRO CAMPANARI, 41 JD. IGUATEMI - SÃO PAULO. REUNIÕES AOS DOMINGOS AS 09HS E 18HS.

Fale conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
MSN
Telefone
Digite o código



http://www.linkws.com