terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Maldição? Um povo em meio ao caos precisa da Igreja de Cristo...

O consul haitiano soltou uma daquelas perolas que abalou tanto quanto os tremores em seu país de origem: “A desgraça de lá tá sendo uma boa para a gente aqui ficar conhecido (…) Aquele povo africano acho que de tanto mexer com macumba, não sei o que á aquilo (…) O africano em si tem maldição. Todo lugar em que tem africano tá f…”

Enquanto o Haiti contava os prejuizos e chorava seus mortos o mundo estava atonito diante da tragédia sem proporções, mas se mobilizando para socorrer aquele povo, um pastor evangélico que já chegou a disputar as prévias na sucessão presidencial americana não deixou por menos e disse: “Eles se reuniram e selaram um pacto com o Diabo. Disseram a ele: ’serviremos a você se nos livrar dos franceses’. A história é verdadeira. E o Diabo respondeu: ‘está certo’”, relatou Pat Robertson, 80 anos.

O que quero refletir aqui é sobre maldição hereditária. De fato este povo teria ou não feito um pacto? Estariam eles sendo castigados por isto? Deus estaria julgando inocentes por causa de seus pais?

A bíblia diz:

“Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram sortes; não tolerem feiticeiros, nem quem faz despachos, nem os que invocam os espíritos dos mortos. O Deus Eterno detesta os que praticam essas coisas nojentas…” (Dt. 18:10-12).

“Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. E uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos”. (Êxodo 20:5-6).

“Não se farão morrer os pais pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada qual morrerá pelo seu próprio pecado”. (Dt. 24.16).

“E passando Jesus, viu um homem cego de nascença. Perguntaram-lhe os seus discípulos: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. (Jo. 9–.1-2)

Você pode perceber que a vários textos que falam sobre o assunto, vamos tentar aprofundar um pouco o tema… Nossa natureza caída por conseqüência do pecado nos reservava um futuro muito triste, longe de Deus. Segundo o Aurélio, maldição é o ato ou efeito de amaldiçoar; palavras com que uma pessoa deseja que advenham males a outra; desgraça ou fatalidade. Bem por ai percebemos que esta fatalidade ou calamidade pública que advém sobre a nação haitiana parece ser uma maldição sem precedentes, afinal as últimas décadas mostram isto, agora seria prematuro dizer e até trazer uma carga maior sobre aquele sofrido povo que els estariam sobre castigo do Eterno por causa de males que seus pais fizeram no passado.

Diante deste infortúnio que o mundo presencia, temos que ver de dois ângulos muito claros, primeiro a tragédia haitiana nos dá a oportunidade de estender o braço do Senhor através da Igreja de Cristo, dando assistência social, psicológica e espiritual. Segundo nos mostra um país destruído pelas praticas malignas e que precisam urgentemente de salvação.

Se Jesus estivesse olhando para aquele povo e se fosse perguntado de quem era a culpa por tanta miséria, Ele nos daria uma tarefa como igreja de sermos porta voz, embaixadores da paz, da graça e misericórdia de Deus. O que quero frisar é que não podemos agora jogar a culpa no povo por causa de erros do passado e presente, mas ajuda-los a transformar maldição em benção. E dar a eles a oportunidade de conhecer a Cristo Jesus e terem a chance de se arrependerem.

Não é hora de jogar a toalha e achar culpados, nem de aproveitar a miséria alheia para se auto promover, seja politicamente ou socialmente, não é momento de reduzi-los e tacha-los de ignorantes, de sermos preconceituosos por causa de suas crenças e raça, é tempo de arregaçar a manga, enviar socorro, ser solidário, amigo e entender que o Deus de amor e graça esta com as mãos estendidas para salvar. Afinal a Ele não interessa que nenhum homem morra prematuramente, sem dizer que o homem tem colhido aquilo que ele planta, ou seja o clima do mundo também tem influenciado e mudado a cara de muitas nações com tremores, tufões, tsunames, enchentes e queimadas…

Para finalizar, quando estas coisas começarem a acontecer saiba que não é o fim, mas só o principio das dores… O que nos faz pensar que ainda não vimos nada…

http://desfrutandodagraca.wordpress.com/

Um comentário:

martins111 disse...

NÃO BUSQUE MOTIVO PARA SE PERDER, BASTA SÓ ENTRAR NA MATA SEM RESPONSABILIDADE.
PLEASE - READ THE BOOK OF THE HOLY SPIRIT TRUE. GREETINGS IN JESUS CHRIST. JOHN. http://livrodoespiritosanto.webnode.com.br/
Só posso dizer para os meus irmãos o que o Senhor, depois de trinta anos de resistência, me convenceu. O Deus, o anjo, o homem que: cria a dor, o sofrimento e a morte é um diabo. O homem, o anjo, o Deus que oferece a sua vida para não causar tais situações ao semelhante, esse tal é um em União com DEUS PAI SUPREMO BEM. No Bem. Não existe Mal. A Paz do Senhor Jesus. Continue com, em e para Cristo. Um abraço. João Joaquim Martins. “Ai dos que ao MAL chamam BEM e ao BEM, MAL! Que fazem da ESCURIDADE LUZ, e da LUZ, ESCURIDADE, e fazem do AMARGO DOCE, e do DOCE, AMARGO! Isaías 5:20”.

APOIO

APOIO
RUA LEANDRO CAMPANARI, 41 JD. IGUATEMI - SÃO PAULO. REUNIÕES AOS DOMINGOS AS 09HS E 18HS.

Fale conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
MSN
Telefone
Digite o código



http://www.linkws.com